Filiação do deputado Naatz ao PL será dia 8 de fevereiro no encontro regional do partido

0
3

Depois de ajustes de agenda, ficaram definidos nesta semana os eventos políticos de filiação do deputado Ivan Naatz ao PL do senador Jorginho Mello, entre outras lideranças regionais.

Será no dia 8 de fevereiro, em Blumenau, durante encontro regional do partido na Sociedade Recreativa Fortaleza Tribess, com a presença do senador e outras lideranças estaduais.
Antes, no dia 7, no mesmo local, haverá uma reunião dos 35 Coordenadores Regionais do PL para definição das metas e estratégia de trabalho durante este ano eleitoral de 2020.

Em dezembro último, o deputado Ivan Naatz foi autorizado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) a deixar o Partido Verde (PV), acatando o pedido de desfiliação judicial por grave discriminação dentro do partido. A decisão lhe garantiu a justa causa que a legislação exige para que deixe a agremiação sem perder o mandato.

No Partido Liberal, Naatz já declarou que pretende contribuir para o crescimento do partido em Blumenau e na região do Vale do Itajaí, bem como na definição de uma candidatura competitiva a prefeitura.

“GOVERNADOR AQUARTELADO” –  Durante o final de semana, o deputado Ivan Naatz , via redes sociais ,  fez coro a declarações públicas  do prefeito de Itajai , Volnei Morastoni (MDB) criticando o governador do estado , Carlos Moisés pelo isolamento e falta de diálogo com os prefeitos de Santa Catarina. Naatz comentou: ” O prefeito da maior economia de Santa Catarina encontra portas fechadas no Governo do Estado.

Volnei Morastoni não está sozinho e sente na pele a postura de aquartelado do governador.”
O deputado também manifestou apoio a mobilização da Aprasc – Associação dos Praças da Policia Militar de Santa Catarina pela reposição salarial.

“A paciência da tropa está se esgotando. Atrás de cada farda dos praças da Polícia Militar e Bombeiros Militares há um pai e uma mãe de família que tem que honrar os seus compromissos no final do mês.

Chega de desculpas, firulas e mais do mesmo: o que os Praças da Aprasc desejam e merecem é o reposição salarial; uma defasagem de 37% acumulada nos últimos 6 anos.
Governador Moisés, afinal, você esqueceu de onde veio? “, declarou lembrando que o chefe do Executivo Estadual é bombeiro militar aposentado.

Comente com o Facebook