Balneário Camboriú recebe primeiro transatlântico da temporada

    Balneário Camboriú recebe primeiro transatlântico da temporada, SC Hoje News - Notícias de Balneário Camboriú

    Nesta sexta-feira (22), o primeiro transatlântico da temporada 2019/2020 chega a Balneário Camboriú. Das 7h às 17h, o navio Fantasia poderá ser visto na Praia Central. O cruzeiro aportará no Atracadouro Barra Sul com 3,9 mil passageiros e 1.370 tripulantes.

    Um Portal de Informações Turísticas (PIT) estará localizado dentro do Atracadouro Barra Sul, com o objetivo de orientar os passageiros do navio. Para recepcionar os turistas e fomentar a economia local, a Fundação Cultural organizará uma feira de produtos artesanais que estará instalada perto do monumento Eu Amo BC, na Barra Sul, no horário em que o navio estiver na cidade. A feira ocorrerá durante as outras escalas também.

    Haverá pontos exclusivos para táxis, motoristas de aplicativos e bicicletas para locação na Barra Sul. A Base Integrada de Segurança, também no local, terá colaboradores que falam inglês, espanhol e alemão.

    O cruzeiro da companhia MSC, que parte de Porto Belo com destino final a Santos (SP), fará duas escalas em Balneário Camboriú, dias 22 e 28 de novembro. Estão previstas 26 escalas transatlânticos atrancando na cidade durante a temporada. O último navio, Fascinosa, da mesma companhia, fechará a temporada em 18 de março de 2020.

    A previsão é de que 90 mil passageiros passem por Balneário Camboriú e movimentem a economia da cidade gerando emprego e renda. Segundo dados da Cruise Lines International Association (CLIA) Brasil, as armadoras presentes no Brasil informaram que o ticket médio dos cruzeiristas foi de R$ 2.929,00 – gasto médio por passageiro com a compra da viagem de cruzeiro – e o tempo médio dos cruzeiros na temporada 2018/2019 foi de 5,5 dias. Em relação à temporada passada, em 2018/2019 houve aumento de 16,2% do impacto econômico total, o que significa um aumento de R$ 291 milhões (em todo o território nacional – o valor total de impacto foi de R$ 2,083 bilhões).