Pavan tem nome lembrado para presidir o PSDB em SC

“Tanto na vida política como pessoal e religiosa é essencial cumprir promessas”, comentou animado e satisfeito, o ex-governador , senador e prefeito de Balneário Camboriú, Leonel Pavan (PSDB), ao entregar , neste fim de semana, a Gruta de Santa Paulina, construída na localidade de Caetés,no interior do vizinho município de Camboriú. A iniciativa , segundo ele, surgiu a partir do cumprimento de uma promessa e caminhada religiosa  feita por familares e amigos pela recuperação de sua saúde após o AVC – Acidente Vascular Cerebral – sofrido em maio do ano passado.

“Também é uma celebração de fé pela dádiva e oportunidade de uma nova vida”, agradeceu Pavan. Ele acrescentou que a obra é, ainda ,  uma forma de contribuir para o setor do turismo rural e religioso da região , já que a gruta -capela fica localizada e será um ponto de parada e  oração no já consolidado “Caminho de Santa Paulina”, um roteiro de caminhada de peregrinos, de 62 quilômetros  dos  devotos à Santa Paulina, que inicia em Camboriú e segue até Nova Trento, passando ainda pelo interior dos municipios de Canelinha , São João Batista e Tijucas.

Além de familiares e amigos, o ato também foi prestigiado pelo prefeito de Camboriú , Elcio Khunen (MDB), a ex-prefeita Luzia Coppi (PSDB) e o ex-prefeito de Itajaí , Jandir Bellini (PP), bem como por religiosos do Santuário de Santa Paulina, que procederam a benção do local.

PRESIDENCIA ESTADUAL DO PSDB – Nos bastidores da reorganização do comando estadual do PSDB ,após o falecimento do presidente  Marco Tebaldi, o ex-governador Leonel Pavan disse que não esta se movimentando para uma eventual disputa a presidência do partido , mas admitiu que há contatos de algumas lideranças que lembram seu nome como uma das opções para voltar ao comando partidário. Pavan também citou o nome do ex-senador Dalirio Beber e comentou que o ” o momento do PSDB necessita de um histórico, alguém com bastante bagagem política. ” A presidência estadual interina dos tucanos vem sendo exercida pela vice, deputada Geovânia de Sá e segundo o estatuto do partidos as novas eleições devem ser convocadas no prazo de até 90 dias

Comente com o Facebook