Caminho de Santa Paulina terá gruta para oração em Camboriú

Construção é oferecida aos fiéis e peregrinos pelo ex-governador Leonel Pavan em pagamento de promessa dos familiares pela recuperação do AVC sofrido em 2018

O “Caminho de Santa Paulina”, um roteiro de peregrinação religiosa entre Camboriú e o santuário de Nova Trento, que esta completando dois anos de criação oficial este ano, ganhará mais um ponto de apoio para os fiéis e turistas. O ex-governador e ex-senador Leonel Pavan inaugura nesta sexta-feira, 18, às 16 horas, uma gruta de oração em homenagem à santa catarinense, no Bairro dos Caetés, próxima à capela local e ao Hotel Fazenda Caetés, no interior do município.
A iniciativa, segundo Pavan, surgiu a partir de uma promessa e caminhada religiosa feita pelos familiares e amigos pela sua recuperação do Acidente Vascular Cerebral – AVC – que sofreu em maio do ano passado. A entrega da “obra” simbólica também servirá para marcar os 27 anos de beatificação de Madre Paulina, ocorrida no dia 18 de outubro de 1991, em Florianópolis durante a visita do Papa João Paulo II. Já a canonização ocorreu em19 de maio de 2002, também pelo Papa João Paulo II, em Roma.
A construção, de 12 metros quadrados, receberá uma imagem da santa em resina de 90 cm e o ato de inauguração terá a presença e a benção de religiosos e representantes da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição que mantém o Santuário de Santa Paulina, na comunidade de Vígolo, em Nova Trento.
Segundo Pavan, o local escolhido é simbólico, porque é tido como uma das paradas da caminhada da então Madre Paulina para descanso, alimentação e orações quando veio a Camboriú, há 120 anos, para inaugurar a Capela do Garcia, atual Igreja Matriz do Divino Espírito Santo. Toda comunidade regional esta convidada a participar.