Projeto cultural em Balneário Camboriú transforma guarda-chuvas descartados em arte

, SC Hoje News - Notícias de Balneário Camboriú

Guarda-chuvas descartados estão sendo transformados em arte contemporânea em Balneário Camboriú pelo projeto Corpo Mecânico. Patrocinado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura (LIC), da Fundação Cultural, o projeto investigou as possibilidades criativas deste item cotidiano. O resultado dessa investigação poderá ser conferido de outubro a dezembro, em instalações visuais temporárias e apresentações cênicas gratuitas que ocorrerão em diferentes lugares da cidade (confira abaixo as datas e os locais).

A intenção de Corpo Mecânico é reutilizar os guarda-chuvas, principalmente as ferragens e os mecanismos de movimento, para produção de acessórios, vestimentas, objetos cênicos, esculturas e outras peças artísticas. O projeto oferecerá também experiências imersivas ao público, as quais mostrarão o processo de pesquisa e criação.

Os artistas catarinenses Gabriel Engster (artista visual e cênico), Lizandra Flausino (performer e arquiteta), Fernando Dalla Nora (artista sonoro e cênico) e Laura Brocco (performer e designer de moda) fizeram a pesquisa investigativa e são os criadores das atividades. Nas apresentações, haverá participação de Caro Costa, Emaline Ferrari, Giulia Frota, Kika Deeke, Michele Chaves, Nathalia Duarte, Pipo People e Luluca Luciana. O projeto é executado pelos integrantes do coletivo Núcleo Corpóreo, que atua na cidade desde 2012.

Dando visibilidade para o reaproveitamento de materiais encontrados em becos, lixeiras, bancos, terrenos baldios e calçadas, queremos partilhar perspectivas sobre o reuso de descartados na produção de arte, interligando artistas locais e da região que usam da experimentação para desenvolver seu trabalho”, explica o proponente e diretor geral do projeto, Gabriel Engster.

Doações de guarda-chuvas estragados podem ser feitas

Para obter a matéria-prima, os artistas contaram com diferentes colaboradores, além de doações da comunidade. O projeto social ‘Emily – Cobertores de Luz’, de Florianópolis, que produz sacos de dormir para moradores em situação de rua com tecidos de guarda-chuvas, é parceiro de Corpo Mecânico. O projeto da capital catarinense cedeu matéria-prima para a pesquisa e produção de obras e, em retribuição, receberá os tecidos e cabos coletados até o fim da execução de Corpo Mecânico. Os cabos serão reaproveitados para confecção de bengalas para idosos. Outros materiais foram obtidos com doações do projeto social ‘Reciclar Para Aquecer’, de Nova Iguaçu (RJ), que também faz sacos de dormir para moradores em situação de rua. É possível contribuir com o projeto, doando guarda-chuvas estragados. Mais informações sobre como colaborar pelo Instagram @_corpomecanico ou pelo e-mail corpomecanicocorpo@gmail.com.

Confira a programação gratuita do projeto:

OUTUBRO DE 2019

Local: Teatro Bruno Nitz – Balneário Camboriú

Apresentações cênicas: 10/10, às 20h (Palco) e 11/10, às 20h (Galeria de Arte)

Instalação visual: 12 a 17/10 (Galeria de Arte)

Experiência 01 – Experimentação de mecânicas de movimento: relação corpo x guarda-chuva: 13/10, das 15h às 18h (Galeria de Arte)

OBS: inscrições para a experiência devem ser realizadas no próprio local, uma hora antes do início

NOVEMBRO DE 2019

Local: Praça Bruno Nitz – Balneário Camboriú

Apresentação cênica: 09/11, às 22h

Instalação visual: 10 a 16/11

Experiência 02 – Elaboração de composições estruturais: desmembramento e reconfiguração: 10/11, das 15h às 18h

OBS: inscrições para a experiência devem ser realizadas no próprio local, uma hora antes do início

DEZEMBRO DE 2019

Local: Praça da Cultura – Balneário Camboriú

Apresentação cênica: 20/12, às 22h

Instalação visual: 15 a 21/12

Experiência 03 – Instalação coletiva: processos de integração à paisagem urbana: 15/12, das 15h às 18h

OBS: inscrições para a experiência devem ser realizadas no próprio local, uma hora antes do início

Classificação indicativa da programação: 12 anos