Balneário Camboriú participou do Congresso Técnico do Parajasc

Em breve, será a vez dos paratletas de Balneário Camboriú disputarem os Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc). A competição Estadual será em Jaraguá do Sul, de 09 a 15 de outubro, com cerca 1800 atletas e 48 municípios na disputa. Balneário Camboriú, que no ano passado conquistou 18 medalhas na competição, neste ano contará com 40 paratletas.

Nesta terça-feira (18) foi realizado o congresso técnico, com sorteio das chaves e visita técnica aos alojamentos. Balneário Camboriú ficará alojada na Escola Estadual Básica Julius Karsten durante os dias da competição, com a diretora responsável Margarete.

A diretora de Esportes Comunitários da FMEBC, Mariana Dalvesco, representa a Fundação Municipal de Esportes no congresso e destaca a grande hospitalidade no qual Jaraguá do Sul recebeu todas as cidades. “Fomos muito bem recebidos pela diretora da escola, um local super bem conservado e confortável. Uma casa como nossos atletas merecem”, destaca Mariana.

A diretora apenas ressalta a necessidade de algumas adequações para atender os atletas da melhor maneira e que isso já foi solicitado com o Secretario de Cultura, Esporte e Lazer de Jaraguá do Sul (Secel), Augustinho Ferrari. “Estamos providenciando a adequação de alguns espaços, como o banheiro, por exemplo, para receber nossos atletas”, diz a diretora, que também visitou os locais das competições na cidade.

A delegação de Balneário Camboriú estará com cerca de 40 paratletas na disputa do handebol e basquete em cadeira de rodas, bocha paralímpica e atletismo. A bocha e o atletismo terão congresso técnico específico que definirá horários e locais das provas.

As chaves de handebol e basquete em cadeira de rodas já tiveram definição para Balneário Camboriú: na primeira modalidade, grupo único junto de Florianópolis, Chapecó e Joinville; no basquete, Balneário Camboriú está na chave B com Concórdia e Florianópolis.

Completando a delegação, cerca de 20 funcionários da Fundação Municipal de Esportes, sendo motoristas, professores, cuidadores, fisioterapeuta, cozinheiras, operacionais, dirigente, apoio e suporte técnico.

“Nossa expectativa é muito positiva, uma vez que a cidade tem apresentado um crescimento considerável no Paradesporto, tendo muito destaque com atletas convocados e competindo a nível nacional”, finaliza Mariana.

Comente com o Facebook